Highslide for Wordpress Plugin

Praça Santo Antônio, 26, Vera Cruz - Caçapava, SP

(12) 3652-6825 / 3221-7845

Notícias › 20/12/2017

Jerusalém: líderes religiosos, manter status quo da Cidade Santa

“Reafirmamos a nossa posição clara ao pedir a manutenção do status quo da Cidade Santa até chegar a um justo acordo de paz entre israelenses e palestinos, baseado nas negociações e na lei internacional.” 

Este é o pedido feito pelos patriarcas e responsáveis das Igrejas em Jerusalém, em sua mensagem de Natal.

Unidade entre os povos 

No texto, os treze líderes cristãos, dentre os quais o Administrador Apostólico do Patriarcado Latino de Jerusalém, Dom Pierbattista Pizzaballa, e o Custódio da Terra Santa, Frei Francesco Patton, reiteram que a presença e o testemunho dos cristãos da Terra Santa “estão estritamente ligados aos lugares santos e ao acesso a eles como espaços de assembleia e encontro pela unidade entre os povos de credos diferentes. Foram os lugares santos que deram significado à região.”

Jerusalém, terra sagrada

Segundo os líderes cristãos, “toda abordagem exclusivamente política, em Jerusalém, irá privar a cidade de sua verdadeira essência e de suas características, além de esmagar o mecanismo que manteve a paz durante séculos. Jerusalém é um dom sagrado, um tabernáculo, uma terra sagrada para o mundo inteiro. Tentar possuir a Cidade Santa Jerusalém ou limitá-la com critérios de exclusividade, levará a uma realidade sombria”.

Apelo pela paz

“Continuamos a rezar por todo o Oriente Médio e pedimos ao Príncipe da Paz para inspirar os corações e as mentes dos que têm autoridade a fim de seguirem a estrada da paz, da justiça e da reconciliação entre as nações”, conclui a mensagem. 

Por Vatican News