Highslide for Wordpress Plugin

Praça Santo Antônio, 26, Vera Cruz - Caçapava, SP

(12) 3652-6825 / 3221-7845

Pastoral do Batismo

batismo1

“IDE E BATIZAI A TODOS EM NOME DO PAI, DO FILHO E DO ESPÍRITO SANTO.”

 
Coordenadora: Dalva Carneiro dos Santos
Reunião: 1ª Terça-feira do mês às 20h
Local: Centro de Pastoral Santo Antonio

A Pastoral do Batismo, citada em todas as paróquias do mundo após o encerramento do Concílio Vaticano II, objetiva preparar pais e padrinhos que irão batizar seus filhos e

afilhados com idade até sete anos. Se a criança tiver de sete a quatorze anos, os pais devem procurar o grupo de catequese. Se o adolescente tiver mais de quatorze anos, ele deve procurar as pessoas que cuidam da catequese de adultos.

O Batismo é o mais belo e o mais magnífico dom de Deus. Chamamo-lo de dom, graça, unção, iluminação, veste de incorruptibilidade, banho de regeneração, selo, e tudo o que existe de mais precioso. Dom, porque é conferido àqueles que nada trazem; Graça, porque é dado até a culpados; Batismo, porque o pecado é sepultado na água; Unção, porque é sagrado e régio (tais são os que são ungidos); Iluminação, porque é luz resplandecente; Veste, porque cobre a nossa vergonha; Banho, porque lava; Selo, porque nos guarda e é o sinal do senhorio de Deus.

O Batismo é o fundamento de toda a vida cristã, o pórtico da vida no Espírito e a porta que abre o acesso aos demais sacramentos. Pelo Batismo somos libertados do pecado e regenerados como filhos de Deus, tornamo-nos membros de Cristo, e somos incorporados à Igreja e feitos participantes de sua missão.

É a semente da vida em comunidade. Como toda semente, o batismo deve ser cuidado, adubado, regado, para que cresça e produza frutos. O Sacramento do Batismo não tem poder mágico “jogou água na cabeça e já é cristão”. O Batismo vai se “realizando” durante a vida toda. A vida inteira a gente vai se fazendo cristão. Daí a importância do testemunho da família, dos padrinhos, da comunidade cristã, que juntos, devem respirar cristianismo e tornarem-se uma escola de fé e fraternidade. Portanto, os pais e padrinhos, ao pedirem o Batismo para a criança, devem preocupar-se com a formação humana e religiosa de seu filho ou afilhado.

A missão de todo cristão batizado é celebrar o Mistério Pascal (ou seja, a participação nas missas dominicais e festas de preceitos), denunciar todo tipo de injustiça, violência e exclusão, discriminação e falta de bom senso cristão, e anunciar a boa-nova (o evangelho de Jesus Cristo que está na Bíblia), de uma maneira concreta e realista, ou seja, viver as atitudes de Jesus para com os seus familiares, parentes, amigos, conhecidos e até desconhecidos.

A Pastoral do Batismo em nossa Diocese trabalha dois pontos básicos para acolher pais e padrinhos:

1) Lugar – A Igreja que é um local de acolhida, se identificando com os fiéis. Nas preparações, tentamos não ser “ônibus” ou “sala de aula”, mas um círculo de participação.

2) Sensibilidade – a) ESCUTA : porque quero batizar meu filho(a)
b) RESPOSTA: Troca de experiência
c) ACESSO : sensibilidade da Celebração Batismal
A Pastoral do Batismo em nossa Diocese é organizada da seguinte forma:
– Assessor Diocesano ( padre, diácono, religioso(a) )
– Coordenação geral ( coordenador diocesano, secretário, representantes dos decanatos )
– Coordenação regional ( coordenador de equipe Paroquial)
– Equipes de Pastoral do Batismo